OUTUBRO ROSA E AS SAGRADAS MULHERES ÁGUAS

O FONSANPOTMA vem com a campanha SAGRADAS MULHERES ÁGUAS também no mês de outubro para lembrar que todas as mulheres são sagradas e todas merecem respeito e cuidado e prevenção todos os dias

O corpo que carrega a sagrada natureza, água, deve ser cuidado. Nossa alimentação e a estratégia do mundo ocidental em ter lucro fez que nosso corpo fosse assim acaso por agrotóxicos, veneno, gordura e muito açúcar. Isto tudo leva ao desequilíbrio biológico e mítico e biomítico. Este desequilíbrio leva ao adoecimento, a multiplicação de células cancerígenas.

O descuido com o corpo sagrado feminino faz com que estejamos expostas a doenças sexualmente transmissíveis como o HPV que evolui para um câncer de colo.

O Outubro Rosa e mais uma oportunidade de debater as diferenças entre os povos ocidentais e os povos Africanos, indígenas e povos tradicionais de Matriz Africana.

      

A CAMPANHA SAGRADAS MULHERES ÁGUAS

Em busca da nacionalização do dia de Kaya, Aziri e Yemonja como patrimônio imaterial dos povos tradicionais de matriz africana, como forma de reparação ao genocídio que nós sofremos;

Essa campanha tem o intuito de coletar assinaturas que serão entregues a Frente Parlamentar dos Povos Tradicionais de Matriz Africana para que então seja discutido na Câmara dos deputados. Não queremos apenas um dia a ser lembrado, mas sim que nossas pautas (Racismo, intolerância e genocídio do povo negro) sejam debatidas.

Para aderir a essa campanha:

·                    Implantar a campanha em sua UTT e município;

·                    Assinando a carta de adesão a campanha;

·                    Coleta de assinaturas;

·                    Divulgar nas ruas e redes sociais as ações e logo da campanha (Citando a fonte)

·                    Participar das ações;

·                    Usar a hashtag #sagradasmulheresaguas em postagens relacionadas a campanha.

·                    Postar fotos, vídeos dos eventos relacionados com os nomes dos participantes, local, data e usar as hashtgs acima.

Podem enviar para fonsanpotma@gmail.com para postagem na pagina e site do fórum.

Convidamos todos do nosso povo tradicional de matriz africana a participarem de todas as campanhas do FONSANPOTMA

 

Nós, Povos Tradicionais de Matriz Africana (PTMA), reunidos aos pés das Mães (Inkise) Kaia, (Vodun) Aziri e (Orixá) Yemonja louvamos as águas. Estamos aqui para nos alimentar de esperança e força, para alimentar nossos ancestrais e para alimentar todos os seres vivos ao nosso redor. Pois sabemos que as MãesÁguas são vivas e como seres vivos, servem de alimento e se alimentam para garantir o ciclo da vida. O fato é que não sabemos se em pouco tempo, teremos algum lugar para onde voltar porque, todo dia, uma terra é queimada, invadida e seus ensinamentos destruídos;

 Não sabemos se estaremos vivos amanhã, não porque findo naturalmente o ciclo da vida, mas porque muitos de nóssão assassinados. Em menos de cinco anos, mais de 100 autoridades e lideranças tradicionais, responsáveis por repassar o nosso conhecimento, foram brutalmente assassinadas;

 Não sabemos se estaremos livres, pois diariamente o Estado Brasileiro cria leis que criminalizam a forma de nos alimentar, vestir, ensinar, cantar e, finalmente, viver.

Não sabemos se a próxima geração, ou seja, nossos filhos e netos, vão saber seus nomes e costumes já que nas escolas são discriminados e criminalizados e nas ruas são mortos.

Mães-Águas, perdoem aqueles que acreditam estar a lhe presentear, mas estão a lhe sujar, pois estes são vítimas do Genocídio físico e cultural dos Povos Tradicionais de Matriz Africana. É visível que muitos homens lhe agridem e violentam, assim como fazem com todas as mulheres no mundo. No entanto, só a nossa visão do mundo, a nossa tradição, a nossa prática milenar, as reconhece.

Hoje estamos aos seus pés, assim como todos os dias, para darmos graças por serem sagradas, vivas e porque também precisam de alimento. E assim, as Senhoras abraçam e acalentam seus filhos peixes. Pedimos que o alimento que entregamos e a presenteamos seja limpo, sem veneno e de qualidade. Pedimos também para que todos os amigos e admiradores das Senhoras sejam radicais com a nossa tradição e as presenteie com alimentos, pois este é o nosso propósito.

Por todos esses motivos, nós, Povos Tradicionais de Matriz Africana, junto às nossas orações e rezas REIVINDICAMOS aos ancestrais e ao mundo A Nacionalização do dia de Kaia, Aziri e Yemonja constituído este dia como patrimônio imaterial dos Povos Tradicionais de Matriz Africana, como forma de reparação ao genocídio que sofremos. Assim buscamos o apoio das organizações da sociedade civil organizada dos povos tradicionais de matriz africana que realizam os festejos das Mães (Inkise) Kaia, (Vodun) Aziri e (Orixá) Yemonja na construção do Comitê Nacional da campanha pelo A Nacionalização do dia de Kaia, Aziri e Yemonja constituído este dia como patrimônio imaterial dos Povos Tradicionais de Matriz Africana. As organizações que assinem o termo abaixo se comprometem a construírem a agenda de atividades do comitê.

 

COORDENAÇÃO NACIONAL DE MULHERES FONSANPOTMA

MÃE VERA SOARES

MÃE NALVA

 

Quer saber mais?

Acesse nosso site

WWW.FONSANPOTMA.COM.BR

Ligue:11- 3231-3876

Ou envie-nos um e-mail para

fonsanpotma@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *