Campanha Sagradas Mulheres Águas

Em busca da nacionalização do dia de Kaya, Aziri e Yemonja como patrimônio imaterial dos povos tradicionais de matriz africana, como forma de reparação ao genocídio que nós sofremos;
Essa campanha tem o intuito de coletar assinaturas que serão entregues a Frente Parlamentar dos Povos Tradicionais de Matriz Africana para que então seja discutido na Câmara dos deputados. Não queremos apenas um dia a ser lembrado, mas sim que nossas pautas (Racismo, intolerância e genocídio do povo negro) sejam debatidas.
Para aderir a essa campanha:

  • Implantar a campanha em sua UTT e município;
  • Assinando a carta de adesão a campanha;
  • Coleta de assinaturas;
  • Divulgar nas ruas e redes sociais as ações e logo da campanha (Citando a fonte)
  • Participar das ações;
  • Usar a hashtag #sagradasmulheresaguas em
  • postagens relacionadas a campanha.

Veja Aqui matérias sobre a campanha