A PANDEMIA E A CRISE DO PONTO DE VISTA DOS NEGROS

A webconferência A Pandemia e a crise do ponto de vista dos negros será realizada no dia 07/07 (terça-feira) e será transmitida ao vivo, das 14h30 às 15h30 pelo canal do youtube do Observatório da Democracia e pelas páginas das fundações partidárias do PCdoB, PSOL, PT, PDT, PSB, Cidadania e dos próprios partidos. Ao término da transmissão, a webconferência ficará disponível no canal do youtube do Observatório da Democracia https://www.youtube.com/c/observatoriodademocracia e nas páginas do Facebook das fundações.
A Coordenação da mesa será realizada pela Dra. Regina Barros Nogueira (Kota Mulanji) – médica pediatra, coordenadora Nacional do FONSANPOTMA (Fórum Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Povos Tradicionais de Matriz Africana), autoridade tradicional do povo Bantu.
Estarão compondo a mesa Nilma Lino Gomes – professora emérita da FAE/UFMG e ex-ministra-chefe da Secretaria Especial de Política de Promoção para a Igualdade Racial. Ivaldo Paixão -capitão de longo curso, presidente da Secretaria Nacional do Movimento Negro do PDT e excoordenador de Políticas Públicas de Igualdade Racial do Ceará. Olívia Santana -deputada estadual do PCdoB/BA, ex-Secretária do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia, Secretária Nacional do PCdoB de Combate ao Racismo e candidata à prefeita de Salvador Raissa Roussenq – pesquisadora, advogada, mestra em Direito pela UnB e autora do livro “Entre o silêncio e a negação: trabalho escravo contemporâneo sob a ótica da população negra”.
A proposta do ciclo é reunir personalidades públicas com visões diversas para alimentar debates sobre propostas para as crises política, econômica e sanitária vividas no Brasil neste período de pandemia.
A pauta desta webconferência A Pandemia e a crise do ponto de vista dos negros – O racismo estrutural da sociedade brasileira faz com que as múltiplas crises atinjam de maneira mais cruel a população negra, homens e mulheres que não estão tendo acesso aos hospitais e já são a maioria das vítimas fatais do coronavírus.
A pandemia está expondo a desigualdade que marca nossa sociedade, mas o que vai resultar disso quando tudo acabar? Existem caminhos para sair da crise ou para que se abra um debate sobre temas que sempre foram excluídos da pauta política e social do País? Esta mesa se propõe a ir além da denúncia e trazer propostas políticas para combater o racismo secular que caracteriza nossa sociedade, para isso foram convidados especialistas e lideranças engajados na causa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.